Asa Branca vai ganhar uma cinebiografia

Redação

Wandemar Rui dos Santos, o Asa Branca, vai ganhar uma cinebiografia. “Asa Branca – A Voz da Arena”, contará a história do maior locutor de rodeios do país, que revolucionou o espetáculo da montaria no Brasil na década de 90. O longa será filmado em São Paulo e está em fase de definição de elenco.

Com direção de Guga Sander (Surfar é Coisa de Rico, 2015), que atualmente é um dos diretores da série Ilha de Ferro (TV Globo), o filme é uma coprodução entre a Sentimental Filme, a Querosene Filmes e a Universal.

SINOPSE

Wandemar Rui dos Santos, o Asa Branca, foi um menino nascido em uma família pobre, que viu no mundo da montaria uma oportunidade para mudar de vida. Quando adolescente ainda trabalhando limpando estábulos, Asa Branca tentou a sorte montando em touros e cavalos, mas foi o sonho de se tornar um locutor de arena que transformou a sua vida.

Após sofrer um grave acidente enquanto montava um touro durante um rodeio, Asa Branca percebeu que poderia revolucionar o espetáculo da montaria no Brasil de uma outra maneira. Ele descobre que nos EUA os locutores de rodeios usavam microfone sem fio, algo que ainda não existia no Brasil, e narravam de dentro da arena. De volta do Paraguai, onde conseguiu comprar um microfone, Asa Branca consegue a primeira oportunidade de narrar montarias, e rapidamente transforma os rodeios em espetáculos, sendo ele a grande estrela do show.

A partir daí sua vida virou completamente e ele ficou conhecido nacionalmente. Participou de programas de tv, novelas da Globo, recebia cachês astronômicos e sua chegada ao centro das arenas a bordo de um helicóptero era o momento mais aguardado dos rodeios. Asa Branca se tornou um verdadeiro “rock star” das arenas.

Como muitos astros de rock, Asa Branca escolheu o clichê da autodestruição para viver e viu sua carreira e vida desmoronarem. O abuso de álcool, das drogas, as noitadas e falta de compromisso profissional, assim como um touro bravo, quase o esmagaram. Ele viu sua carreira afundar e descobriu ser portador de HIV.

Com 45kg, internado e sem amigos, Asa Branca reencontra Sandra, seu primeiro amor da infância, que o estende a mão e o amor para que ele se recupere. Aos poucos, Asa Branca ganha peso, recupera a auto estima e reencontra seu primeiro empresário, que lhe consegue um pequeno rodeio amador para um recomeço.

Comente pelo Facebook